Que os benefícios empresariais são excelentes formas de demonstrar zelo pelos profissionais e de manter a equipe motivada e produtiva, ninguém duvida. Principalmente quando eles ajudam a poupar parcela importante do salário do colaborador, como é o caso dos benefícios do Vale Refeição e do Vale Alimentação – VR e VA.

Mas o que pouca gente sabe é que, embora se tratem de benefícios similares, o Vale Refeição e o Vale Alimentação não são idênticos. Existem algumas diferenças importantes entre eles, e, por conta dessas especificidades, cada um se adéqua melhor às necessidades de cada empresa, sempre levando em conta as predileções dos trabalhadores e a rotina própria de cada uma delas.

Para facilitar a compreensão e ajudar na diferenciação entre essas duas espécies de benefícios empresariais, vamos falar neste post sobre o VR e VA, apontando as suas principais características e especificidades. Confira!

O que é Vale Alimentação?

O Vale Alimentação é um benefício concedido pelo empregador a seus empregados e consiste na concessão de um valor mensal para ser utilizado na compra de gêneros alimentícios, em locais previamente estabelecidos pela empresa.

A regra aqui é que os produtos abrangidos pelo Vale Alimentação sejam utilizados para o preparo de refeições na própria residência do trabalhador, já que, em geral, o benefício só pode ser utilizado em supermercados, padarias, açougues etc. — locais onde são vendidos ingredientes, e não refeições prontas.

E o Vale Refeição, em que consiste?

O Vale Refeição, por sua vez, e como o próprio nome indica, consiste no fornecimento de um determinado valor mensal aos colaboradores, para ser gasto na compra de refeições prontas.

Como as refeições já estão preparadas, a regra é que o VR seja aceito em locais como restaurantes, cantinas, lojas de fast-food etc., não podendo ser utilizado em supermercados, por exemplo, para as compras do mês.

Esse benefício é muito útil para os trabalhadores que precisam realizar suas refeições fora de casa. Ele representa uma grande economia no salário, pois os gastos com alimentação consomem importante parcela da remuneração dos trabalhadores.

Quais as vantagens de cada um dos tipos?

Em geral, não há como afirmar que uma espécie de benefícios é melhor do que a outra. Isso vai depender muito das predileções de cada trabalhador.

Quando se trata da concessão do ticket alimentação, seja ele o VR ou o VA, o que mais importa é a rede de empresas parceiras que aceitarão o ticket. Quanto maior for essa rede, mais conforto e comodidade terão os trabalhadores beneficiários, e mais felizes e satisfeitos ficarão.

Como decidir?

Como vimos, embora à primeira vista possam parecer iguais, existem diferenças entre os benefícios do Vale Alimentação e do Vale Refeição. E cada um deles pode se encaixar melhor nas necessidades e preferências dos seus funcionários.

Por isso, para não errar na escolha, o melhor a fazer é consultar os próprios trabalhadores sobre as suas predileções. E essa dica não vale somente para o VR e VA, mas pode ser usada em todo o programa de concessão de benefícios empresariais.

Além de demonstrar respeito e valorização pelo colaborador, a pesquisa prévia otimiza o investimento realizado, à medida que evita gastos com benefícios pouco úteis ou indesejados.

E então? Já decidiu o que vai oferecer para a sua equipe?

Gostou do nosso artigo sobre VR e VA? Ele foi útil a você? Compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais pessoas se informem!