O seguro de vida em grupo, ou coletivo, é um seguro que custa menos do que um seguro de vida individual. Ele vale apenas para colaboradores de empresas, de organizações ou sindicatos e são mais econômicos que os seguros individuais.

Como essa modalidade se trata de uma única apólice, ou seja, um único contrato, a seguradora que oferece o plano pratica um valor reduzido, e o preço do seguro de vida fica mais atrativo para o segurado — no caso, a empresa.

Mas, como o seguro de vida em grupo funciona?

A empresa contrata o plano para garantir um suporte financeiro para os parentes dos colaboradores no caso de um sinistro. Nesse caso, o segurado está coberto para as situações que a organização contratante estipulou no contrato. Por isso, é fundamental se informar sobre a cobertura do plano antes de contratar o serviço de vida em grupo.

Para o pagamento, existem duas possibilidades: se a empresa aderiu a um plano não contributário, ela custeia todo o valor do seguro. Já para o plano contributário, o colaborador ajuda a custear uma parte do seguro com desconto em folha de pagamento.

A empresa, ao contratar esse tipo de seguro, garante aos novos colaboradores que aderirem ao plano a cobertura os benefícios do seguro já contratado.

Quais são as vantagens do seguro de vida em grupo?

Podemos enumerar várias vantagens. Para o colaborador é um seguro de vida com cobertura ampla e de baixo investimento, além de ser um contrato transparente: cada pessoa recebe seu certificado toda vez que o plano é renovado.

Do ponto de vista empresarial, o seguro de vida em grupo oferece a segurança para os colaboradores e sua família, contribuindo para a produtividade na empresa.

Quais as desvantagens no seguro de vida em grupo?

Como é um contrato firmado entre a organização e a seguradora, o colaborador não tem controle sobre ele. Na prática, isso significa que mudanças imprevistas nas indenizações e nas coberturas ao longo do tempo podem ocorrer.

Os valores de indenização nos seguros de vida em grupo também costumam ser menores que nos seguros de vida individuais. De forma geral, o benefício não ultrapassa quatro anos de salários do colaborador segurado.

O que o seguro de vida em grupo indeniza?

No seguro vida em grupo podem ser contratados seguros de morte ou invalidez, sendo nos dois casos ocorrências por acidente ou doença. Dentre as opções de cobertura, destacam-se:

 

  • Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente (IPA): indeniza de acordo com o grau da invalidez causada por um acidente;

  • Invalidez Funcional Permanente Total por Doença: indeniza em caso de invalidez funcional permanente em consequência de moléstia que afete a perda da existência independente do segurado;

  • Invalidez Laborativa Permanente Total por Doença (ILPD): indeniza em caso de invalidez laborativa permanente total consequente de moléstia;

  • Morte Acidental (MA): indeniza o risco de morte causada por acidente;

  • Morte: indeniza o óbito por qualquer causa.

Como acionar o seguro de vida em grupo?

No caso de um sinistro, o segurado ou um familiar devem comunicar a empresa que contratou o seguro de vida em grupo. A empresa contratante deve acionar a seguradora para pedir a indenização.

Caso o sinistro aconteça fora do horário de trabalho, o beneficiário ou familiar pode entrar em contato direto com a seguradora, informar o número do seguro e entregar todos os documentos solicitados. A seguradora possui o prazo de até 30 dias para efetuar o pagamento da indenização.

Se você gostou deste artigo sobre Vida em Grupo: como funciona este benefício, curta nossa página no Facebook para acompanhar mais notícias sobre o assunto!