Não é por acaso que hoje em dia as empresas têm investido cada vez mais na oferta de benefícios aos seus funcionários. Os benefícios fazem parte da remuneração e trata-se de uma forma de conceder algumas vantagens e facilidades aos colaboradores.

Ter um plano de benefícios pode trazer diversas vantagens, tanto para os funcionários quanto para a própria organização. As principais delas são o envolvimento dos colaboradores com a empresa, o aumento da motivação e da qualidade de vida no trabalho e a diminuição do turnover

Mas você sabe o que são os benefícios espontâneos e qual sua importância dentro de uma organização? Nesse artigo vamos tratar desse assunto. Confira!

O que são benefícios espontâneos?

Os benefícios constituem uma importante parte da remuneração e trazem diversos resultados positivos para a empresa. Existem basicamente dois tipos de benefícios, sendo eles os legais e os espontâneos.

Os legais consistem naqueles exigidos pela legislação trabalhista ou previdenciária. Entre eles estão as férias remuneradas, o 13º salário, a contribuição para a previdência social, as horas extras, o seguro contra acidentes de trabalho e a aposentadoria.

Já os benefícios espontâneos são os concedidos por liberdade das organizações, não sendo exigidos por lei. Hoje em dia existe uma grande variedade de vantagens que podem ser oferecidas aos colaboradores. Como exemplo, podemos citar as gratificações, os vale-transporte, os refeitórios ou vale-alimentação, convênios médicos e odontológicos, bolsas de estudo, clube de férias, horários flexíveis e assistência farmacêutica.

Eles consistem em um diferencial no mercado e contribuem para a atração de talentos. No entanto, é necessário oferecer aqueles que realmente atendam as necessidades dos colaboradores e determinar os objetivos da empresa em relação ao plano de benefícios.

Alguns benefícios de caráter espontâneo estão em alta, como por exemplo, bônus por projetos, jornada flexível, prêmios e previdência privada. Existe também uma tendência de utilização do método de benefícios flexíveis, onde os próprios colaboradores têm a oportunidade de escolher quais mais se adequam a sua vontade e necessidade.

Vale lembrar que alguns dos benefícios espontâneos já estão sendo exigidos por acordos coletivos de algumas categorias e, portanto, devem ser oferecidos aos colaboradores.

Importância dos benefícios espontâneos

Como já citamos, oferecer benefícios pode trazer muitos resultados positivos. Eles se tornaram um fator muito importante na atração e manutenção de talentos, na motivação dos funcionários e para a promoção de qualidade de vida. Além disso, a diminuição nos índices de absenteísmo e o aumento do comprometimento dos trabalhadores são visíveis quando se tem um bom plano de benefícios.

Os planos de benefícios interferem diretamente no comportamento dos colaboradores, tendo relação com a satisfação e com a motivação deles no trabalho. Por isso, eles se tornaram importantes também para melhorar o clima organizacional e a qualidade de vida no trabalho, para reduzir a rotatividade e o absenteísmo e para favorecer o aumento da produtividade no geral.

Por fim, outra vantagem dos benefícios espontâneos é que os funcionários se sentem mais valorizados e reconhecidos pelo trabalho que desempenham, principalmente quando a concessão de benefícios está relacionada ao alcance de metas e resultados.

Gostou desse artigo? Siga nossas redes sociais e fique sempre atualizado com nosso conteúdo!