As práticas de administração de recursos humanos estão diretamente relacionadas com o sucesso de uma empresa, visto que os colaboradores são a principal força de uma organização.

No entanto, assim como em todos os setores, existem práticas mais adequadas aos dias de hoje, substituindo antigos modelos que não mais satisfazem às novas demandas do mundo corporativo. Separamos 4 das melhores práticas de gestão de pessoas para você conhecer.

1. Gestão de talentos

Uma das principais preocupações na administração de recursos humanos é o índice de turnover da empresa. 

O termo turnover, no futebol americano, se refere a quando o time perde a posse de bola e ela passa a ser do adversário. No meio organizacional, traduz a rotatividade de colaboradores, isto é, a retenção (ou não) de talentos. 

Um alto índice de turnover pode representar a necessidade de uma gestão de talentos mais eficaz. Alguns exemplos dessa prática são: 

  • Mapeamento de perfil;
  • Treinamento constante;
  • Desenvolvimento;
  • Programa de benefícios.

Diante de ações como essas, que refletem um investimento no capital humano, cria-se uma cultura organizacional benéfica em que o foco está no crescimento mútuo, dos colaboradores e da empresa em si.

2. Plano de Carreira

Muitas organizações já investem em planos de carreira a fim de oferecer vantagens para seus colaboradores e garantir o seu desenvolvimento.

Um excelente plano de carreira é aquele em que as pessoas sabem aonde vão chegar e o que precisam fazer para isso acontecer, sentindo-se motivadas.

Existem diferentes modelos que oferecem possibilidades para perfis variados. O modelo W, por exemplo, está ganhando o gosto de muitos lideres, pois oferece um alto grau de flexibilidade, sendo, então, mais compatível com as características das novas gerações.

3. Metas e recompensas

Um programa de incentivo pode ser exatamente aquilo que falta para a sua empresa alavancar de uma vez por todas a produtividade.

É muito comum que as metas de trabalho não sejam recompensadas adequadamente nas organizações, tornando-se um fator de desmotivação para a equipe. 

Estruturar um programa de incentivo pode ser uma opção eficaz, com custo previsível e capaz de fortalecer a identidade da empresa. É importante criar programas que tenham a ver com a cultura da empresa, bem como missão, visão e valores. 

4. Recursos tecnológicos

A tecnologia não é só mais um recurso inovador, ela já é uma necessidade atual e futura. 

Por facilitar a rotina de um setor e simplificar operações, o apoio de softwares, plataformas e outras ferramentas que envolvem o uso de recursos tecnológicos deve ser um dos focos da gestão de pessoas. 

Além disso, a automação de processos da área de recursos humanos torna as ações mais assertivas. Outro benefício direto da automação do setor é a uma significativa redução de custos.

Um processo seletivo, por exemplo, que é umas das etapas mais importantes para obtenção de talentos para a organização, pode ser facilitado pelo uso de instrumentos de avaliação objetivos e bem definidos, além de tornar as decisões mais rápidas.

Gostou dessas dicas sobre administração de recursos humanos? Compartilhe esse conteúdo com seus amigos e espalhe essas ideias pelas redes sociais!