Garantir que os colaboradores de sua empresa estejam motivados e satisfeitos com o trabalho é muito importante para que eles tenham um bom desempenho em suas funções. Para isso, é importante que a empresa se preocupe com o bem-estar dos colaboradores, oferecendo vantagens a eles. Disponibilizar aos funcionários vale-transporte, vale-alimentação e plano de saúde é uma ótima maneira de incentivá-los.

Porém, é necessário ter cuidado para que o projeto seja vantajoso tanto para o negócio quanto para os trabalhadores. Para te ajudar, reunimos aqui algumas dicas de como otimizar a gestão de benefícios da sua empresa. Acompanhe!

Informe os funcionários sobre os benefícios

Não basta oferecer benefícios aos colaboradores se eles não souberem a quais eles têm direito. Portanto, é fundamental que os funcionários conheçam os benefícios que a empresa oferece.

A falta de comunicação pode gerar prejuízos consideráveis para a empresa, então fique sempre atento à falta de conhecimento dos colaboradores sobre os benefícios e busque sempre mantê-los informados.

Otimize a taxa de uso dos benefícios

Para que essas vantagens realmente sirvam como um incentivo aos colaboradores é importante que elas sejam utilizadas por eles.

Por isso, é importante verificar a taxa de uso dos benefícios, observando quais deles são mais e menos usados e se os funcionários estão satisfeitos com as vantagens oferecidas pela empresa.

Vale ressaltar que para otimizar essa taxa a empresa pode melhorar o plano de benefícios, facilitar o acesso a eles ou estendê-los à sua família.

Considere as reais necessidades dos colaboradores

É fundamental adequar o plano de benefícios às reais necessidades dos trabalhadores. Por exemplo, os mais jovens geralmente preferem benefícios relacionados ao desenvolvimento pessoal e profissional, enquanto os mais velhos preferem os que garantam mais segurança para ele e sua família.

Além disso, adequar a distribuição de benefícios como vale-transporte e vale-alimentação às reais necessidades do funcionário pode reduzir gastos da empresa. Para isso, lembre-se de incluir no cálculo desses benefícios as folgas, afastamentos e férias.

Desse modo, você garante que eles sejam de fato utilizados pelos funcionários e que eles realmente se satisfaçam com as vantagens obtidas com eles.

Analise o retorno do programa à empresa

É importante que o programa de benefícios esteja sendo tão vantajoso para a empresa quanto para os funcionários. Por isso, é fundamental avaliar se os benefícios estão trazendo algum retorno para a empresa.

Os planos de benefícios podem diminuir a rotatividade voluntária e os gastos com desligamentos, admissões e treinamentos. Caso o programa não esteja trazendo retorno para a empresa, é importante reavaliar os benefícios para que todos saiam ganhando.

Contrate um projeto de terceirização

Terceirizar funções do setor de Recursos Humanos pode melhorar a eficiência de alguns processos. No caso da gestão de benefícios, contratar uma empresa terceirizada pode ser uma alternativa muito interessante para que os programas implementados garantam retornos melhores.

Esperamos que essas dicas tenham te ajudado. Quer saber mais sobre como melhorar a gestão de benefícios e aprimorar o bem-estar dos seus colaboradores? Entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo!