A busca por um caminho que leve ao sucesso do negócio e um crescimento da empresa com base em um bom nível de consistência e segurança passa pela conquista da estabilidade de uma receita, sem muitos tropeços.

Uma das formas de conseguir atingir essas metas é manter o turnover sobre controle, pois ele afeta bastante a empresa.

Para entender melhor isso, separamos, em 3 tipos de custos, os impactos da rotatividade de funcionários em um negócio.

Queda da produtividade

Além de gastos com rescisão de contrato, pagamento de benefícios trabalhistas, novas contratações e treinamento, toda empresa que tenha um turnover acima do desejado tem que pensar em como essa rotatividade afeta diretamente os níveis de produtividade.

Com a instabilidade de funcionários na produção, o ritmo de vendas acabará sendo afetado. O tempo de contratação de mais mão de obra para substituir colaboradores que deixaram o negócio somado à necessidade de um treinamento mínimo fazem com que exista uma queda inevitável no ritmo das operações cotidianas da empresa.

Mesmo depois de feitas as contratações para a reposição de pessoal, ainda é importante lembrar que há um período de adaptação ao contexto. O correto entendimento de como funciona a rotina da área, o ganho de uma boa interação com os colegas e até mesmo a relação com a chefia direta demandam um tempo e tudo isso afeta o nível de produtividade.

Dificuldades na gestão de pessoas

Se pessoas são contratadas muito rapidamente e, ao mesmo tempo, saem da empresa, há algum motivo que está causando esse turnover.

Talvez uma perspectiva ruim de plano de carreira faz com que os funcionários percam interesse. Pode ser também que salários baixos façam com que mesmo os recém-contratados continuem procurando outras oportunidades no mercado.

Temos que considerar também que, em alguns casos, a forma como os superiores tratam suas equipes pode ser o motivo principal para a alta rotatividade. Com cobranças exageradas, muita pressão por resultados ou um tratamento muito agressivo ou desrespeitoso não há equipe que consiga ter tranquilidade para trabalhar.

Por qualquer que seja o motivo, em nenhum dos casos a empresa terá condições de apurar uma produção consistente e, consequentemente, receitas estáveis. Como o fator humano é fundamental em qualquer negócio, a gestão de pessoas nunca pode ser deixada de lado.

Manutenção de uma imagem ruim da empresa

Além dos aspectos internos, a alta rotatividade também pode afetar o mundo exterior do negócio. Em maior ou menor grau, toda empresa que tem um alto índice de turnover acaba sendo alvo de comentários do mercado.

Um negócio que consegue oferecer boas condições de desenvolvimento e segurança para seus colaboradores é bem visto. Por outro lado, se há uma falta de estabilidade que faz com que os funcionários peçam demissão ou sejam demitidos, normalmente, os motivos desse alto turnover não são entendidos como algo positivo.

Sendo assim, comentários a respeito da forma como a empresa cuida da carreira e do bem-estar dos funcionários pode afetar o interesse de clientes na hora das compras. Esse tipo de visão crítica do mercado, bem como a responsabilidade social de manter um negócio atento às questões de sustentabilidade ambiental, são cada vez mais notados pelo mercado.

Agora que você já consegue enxergar um pouco melhor como o turnover pode afetar a receita da sua empresa, ajude outros colegas e amigos compartilhando este conteúdo em suas redes sociais.