O turnover é o índice que permite a você conferir se a rotatividade no seu empreendimento está acima do limite. Quando isso acontece, sua organização pode estar oferecendo remuneração ou benefícios empresariais incompatíveis com os valores do mercado e más condições de trabalho.

Por esse motivo, é sempre bom estar de olho no turnover e, mais do que isso, compreender se a cultura empresarial não está representando um entrave para o seu crescimento. Do contrário, a empresa sofrerá com a ausência de profissionais qualificados quando mais precisar deles.

Mas o que fazer para lidar com essa questão? É isso o que mostraremos a seguir.

Motivação da equipe

Para reter talentos, é fundamental que exista motivação. Não pense que somente a questão salarial importa. Existem casos em que, mesmo diante de uma oferta melhor, o colaborador prefere seguir na empresa por contar com benefícios e uma maior possibilidade de ascensão profissional.

Trabalhe, então, com soluções como o plano de carreira, por exemplo. Com ele, é possível determinar uma trajetória para o funcionário crescer na companhia. Num cenário instável como o que se encontra o país, o plano de carreira pode ser o que você precisa para competir por profissionais qualificados, mesmo diante da concorrência com empresas maiores.

Oferta de aprendizado

Tanto os treinamentos formais quanto o aprendizado informal são diferenciais que um profissional pode carregar para a vida inteira.

Sendo assim, quando a sua empresa se apresenta como uma organização que não somente incentiva isso, mas também oferece possibilidades, como cursos, palestras e workshops, a tendência é que ela seja vista pelo funcionário como uma aliada em seu desenvolvimento, algo que dificilmente ele encontrará em outras companhias. Por isso, não deixe de investir em treinamento.

Recompensa por metas atingidas

Reconhecimento pontual também é muito útil para impedir que o turnover seja um problema na sua empresa. Nesse sentido, trabalhar com metas e oferecer recompensas quando elas são atingidas é um benefício importante para fazer com que o funcionário tenha maior motivação no dia a dia e, consequentemente, traga melhores resultados para a sua empresa.

A remuneração variável é um caminho para montar uma equipe eficiente e focada nos objetivos do negócio. Considere assim, soluções como Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e bônus/gratificação.

Oferecimento de planos de saúde

Um diferencial que a sua empresa pode oferecer ao funcionário, logo na entrevista, é o plano de saúde. Segundo pesquisa realizada pela Catho, esse é o benefício mais valorizado pelos trabalhadores.

Sendo assim, pensando de uma maneira estratégica, é importante contar com esse diferencial, pois diante da oferta apresentada por uma companhia concorrente, seu colaborador terá bons motivos para não trocar de empresa. Isso faz sentido: com os problemas que a saúde pública apresenta, contar com um serviço particular e, se possível, de boa qualidade, dá a tranquilidade que as pessoas precisam.

Direito a transporte e alimentação

Em casos como os das grandes cidades, não oferecer vale-transporte e vale-refeição pode ser um convite à saída dos talentos. Empresas que não pensam na qualidade de vida do funcionário tendem a ser as que perdem mais facilmente seus principais quadros.

É importante considerar esses benefícios como essenciais, pois, sem eles, qualquer oferta de vaga, mesmo que os salários sejam um pouco mais atrativos, será menos vantajosa quando o trabalhador colocar no papel todos os seus gastos do dia a dia.

Enfim, trabalhar com benefícios empresariais é algo que precisa ser considerado como recurso estratégico para melhorar os resultados da empresa. Esteja sempre de olho nessas soluções e evite o turnover elevado. Esse é um caminho para gerar evolução no seu negócio.

Gostou do texto? Assine a nossa newsletter para saber mais sobre benefícios empresariais e outros assuntos.