Com as mudanças recentes no mercado de trabalho, um dos maiores desafios enfrentados pelas empresas tem sido reter e atrair talentos. Hoje, os empregadores não buscam mais apenas profissionais capacitados tecnicamente, mas também pessoas que se identificam com a cultura e os valores da organização.

Com esse novo filtro, ficou muito mais difícil encontrar talentos com características 100% alinhadas aos requisitos das equipes. Além disso, esses profissionais são muito disputados pelas empresas, o que faz com que sua atração e manutenção sejam ainda mais complicados.

Nesse cenário, é preciso encontrar maneiras de se diferenciar para chamar a atenção dos melhores candidatos. Uma das principais formas de fazer isso é investir em um bom plano de benefícios. Para saber mais sobre a prática, acompanhe o post!

Por que é tão difícil reter profissionais talentosos?

Profissionais de destaque no mercado frequentemente recebem propostas atrativas de outras organizações. Logo, se as vantagens oferecidas pela concorrência em termos de desafios e remuneração forem superiores, fica difícil fazer uma contraproposta e manter o talento por mais tempo.

A questão cultural também é muito forte. Os valores de um profissional são muito específicos e dificilmente são totalmente atendidos no local de trabalho. Quando o colaborador é procurado por uma empresa que admira, certamente levará isso em conta na hora de tomar uma decisão.

Por tudo isso, se a política de bonificações e benefícios da sua empresa não for bem estruturada, o risco de perder o profissional é muito maior.

Como oferecer benefícios pode ajudar a atrair talentos?

Oferecer bons benefícios é fundamental tanto na atração quanto na retenção de talentos. As vantagens além do salário fazem com que o colaborador se sinta valorizado e orgulhoso em fazer parte da equipe. Se o pacote da sua empresa se destacar entre os demais, certamente muitos talentos ficarão tentados em se juntar ao time.

Há inúmeras possibilidades de benefícios que podem ser oferecidos aos colaboradores. Alguns deles já são tidos como básicos e não podem ser deixados de lado. Veja abaixo mais detalhes.

Vale-refeição

O vale-refeição não é um benefício obrigatório por lei, mas já é rotina nos pacotes de remuneração das melhores empresas do mercado. É importante que os valores sejam condizentes com a região onde o funcionário trabalha e que o ticket seja aceito em uma boa variedade de restaurantes.

Caso contrário, pode acontecer de o valor concedido pela empresa terminar antes do ciclo, ou de o funcionário precisar pagar a refeição do próprio bolso, pois o cartão não é aceito no estabelecimento escolhido.

Vale-alimentação

Frequentemente confundido com o vale-refeição, o vale-alimentação consiste em um valor destinado a compras no supermercado. É muito útil para o funcionário cuidar das despesas básicas do lar sem comprometer o salário, que pode ser destinado a outros objetivos. É uma alternativa mais fácil e barata à cesta básica, que foi muito comum no Brasil nos 80.

Assistência médica e odontológica

Esses dois benefícios estão entre os mais úteis para atrair talentos no mercado. Isso acontece porque os custos de um plano de saúde particular ou de consultas médicas avulsas são muito altos. Portanto, se a sua empresa não oferece essas vantagens, certamente seus funcionários já estão procurando oportunidades em lugares que oferecem.

Bolsas de estudo

Empresas que investem na capacitação dos colaboradores são mais valorizadas no mercado. Afinal, todo bom profissional se preocupa em se atualizar e se especializar cada vez mais. Convênios com universidades para bolsas de estudo são ótimas alternativas para oferecer um benefício relevante e diferenciado para os funcionários.

Também existem alternativas como cursos online, plataformas de educação corporativa, workshops e treinamentos. Todas elas são extremamente úteis para desenvolver competências e reter os melhores talentos.

Essas foram as nossas dicas para atrair talentos com um bom plano de benefícios! Sem eles, cedo ou tarde seus melhores funcionários deixarão a empresa em busca de condições melhores. Também será difícil atrair candidatos de alto nível, já que eles provavelmente estarão empregados em concorrentes com ótimos benefícios.

Se você gostou do post, pode se aprofundar em nosso artigo Gestão de benefícios: por que e como fazer? Esperamos você lá!

Powered by Rock Convert