Cuidar dos processos internos de um empreendimento envolve tarefas variadas. As atividades são feitas por etapas e, quando bem integradas, possibilitam uma chance real de crescimento para a sua empresa. 

Nesse sentido, pensar em uma gestão de benefícios otimizada é buscar o desenvolvimento não só de um processo, mas também a satisfação dos colaboradores

Se você deseja entender melhor esse assunto, continue lendo o texto!

Ajuda a retenção de talentos

Qualificar e reter funcionários parece ser uma estratégia simplória, que pouco agrega ao cotidiano de uma corporação. No entanto, ela se mostra uma das maneiras mais baratas e eficientes de contar com colaboradores extremamente competentes e envolvidos com a causa da instituição.

Se você já trabalhou recebendo bons benefícios, sabe da diferença que isso faz em relação ao engajamento institucional. 

Quando um funcionário de cargo mais baixo se sente contemplado pelas mesmas regalias (plano de saúde, plano odontológico, vale-refeição, vale-alimentação etc.) de alguém que ocupa uma posição mais alta, a tendência é que ele se sinta mais motivado e, portanto, tenha rendimento melhor. 

Aliás, uma pesquisa realizada pelo Insper (Instituto de Ensino e Pesquisa) mostra que cerca de 90% dos candidatos valorizam fatores que não são financeiros, ou seja, que vão além do salário em si. 

Melhora os números da empresa

Uma gestão de benefícios benfeita, além de engajar os funcionários, contribui para a melhora dos resultados obtidos. 

É válido frisar que ela colabora com os seguintes aspectos:

Planejamento

Com planejamento corretamente elaborado, é improvável que a sua empresa encontre maiores problemas na hora de fazer o balanço. Isso tem implicância direta na saúde financeira. 

Folha de pagamento

Com a discriminação de cada benefício, a sua folha de pagamento tende a ficar mais organizada. Não se esqueça, também, de segmentá-la de acordo com a faixa salarial e os cargos ocupados. 

Impostos

Gerindo adequadamente tudo aquilo que deve ser pago — bonificações, extras, férias, vales, décimo terceiro, licenças —, você tem melhor noção dos impostos que precisam ser aplicados. 

Ações

Outra consequência da boa gestão é a diminuição de problemas advindos de uma administração falha. Nada melhor do que ficar longe de ações trabalhistas, não é mesmo? 

Reserva e capital de giro

Ao fazer um gerenciamento mais efetivo de algo que está diretamente ligado às finanças, você naturalmente obterá números mais satisfatórios de reserva e capital de giro. Enquanto este serve para manter a rotina de investimentos e custos, aquela é essencial para momentos de crise ou emergência. 

Aperfeiçoa a gestão de pessoas

Definir salários e benefícios estrategicamente pode ser uma dificuldade para quem lida com recursos humanos. 

Levando isso em consideração, utilizá-los com esse propósito tem impacto significativo na motivação dos colaboradores. Inclusive o conceito de endomarketing parte exatamente desse pressuposto, já que visa melhorar a produtividade interna do empreendimento.

Aliás, essa iniciativa aliada ao investimento em educação financeira dos empregados também ajuda a diminuir os gastos

Sendo assim, pode-se constatar que a gestão de benefícios tem muito a contribuir para o sucesso da sua empresa. 

Se você deseja colher os frutos de um bom gerenciamento, entre em contato conosco. Adoraremos ajudá-lo!